Flamengo na web de torcedores da Flamengo.

Gol de falta do Petkovic

O seu jogo
rafaorj

Por rafaorj

Gol de falta do Petkovic

Jogo contra o Vasco de Gama Temporada2000-01
Eram 43 minutos do segundo tempo, o Flamengo vencia por 2 a 1, mas este resultado não era suficiente já que o Vasco havia triunfado no primeiro jogo pelo mesmo placar e tinha a vantagem de dois resultados iguais. Edílson, que já havia feito dois gols, sofreu falta perto da área. Foi quando Petkovic ajeitou a bola com carinho e se preparou para o gol mais importante de sua vida.

A obra-prima realizada pelo sérvio completa sete anos nesta terça-feira e jamais será esquecida pelos rubro-negros, que naquele dia faturaram o tricampeonato estadual pela quarta vez. Com um efeito impressionante, ele colocou a bola no ângulo esquerdo do goleiro Hélton, hoje no Porto.

Tirando a euforia final, o Flamengo passou por um tremendo sufoco para chegar à conquista naquela oportunidade. A derrota na primeira partida (2 a 1), obrigava o Flamengo a vencer por dois gols de diferença. Uma tarefa um tanto quanto complicada em um clássico.

A epopéia rubro-negra começou a ser construída na etapa inicial. O lateral-esquerdo Cássio invadiu a área pelo lado e foi derrubado por Clébson (já falecido). Edílson foi para a cobrança e deslocou o goleiro Hélton. Pouco antes do intervalo, o Vasco empatou e dificultou as coisas para o Flamengo. Viola deixou Juninho Paulista numa boa para marcar.

Na mesma situação do início da partida, o Flamengo entrou com tudo na etapa final. Logo aos oito minutos, após linda jogada de Petkovic, Edílson marcou de cabeça e reacendeu a esperança rubro-negra.

Depois disso, o Flamengo contou com a grande atuação do goleiro Júlio César e, quase no fim, com a mística da camisa 10, que fora ultrajada por Zico e naquele dia cabia ao sérvio Petkovic. Com uma precisão cirúrgica, ele cobrou uma falta com maestria e extasiou o lado esquerdo das cabines do Maracanã naquele domingo. O Flamengo venceu por 3 a 1 e este jogo ganhou um lugar especial na memória dos torcedores, principalmente os rubro-negros.